10.11.2016

stopd-icon

 

O diabetes acomete um percentual elevado da população adulta. E estas informações são baseadas nos casos já conhecidos, diagnosticados da doença. Mas estima-se que um número muito grande de pessoas tenham diabetes sem saber, já que a maioria dos casos é assintomática, ou seja, o paciente não sente nada.

Por causa das complicações secundárias do diabetes (alteração da visão, do funcionamento dos rins, de alterações dos nervos, obstrução das artérias do coração, entre outras), é uma das doenças que mais aumentam os gastos com saúde; além disso, está associada a doenças afetivas com muita frequência, o que impacta em absenteísmo e produtividade no trabalho.

Quando é importante pesquisar uma doença na população de forma preventiva?

  • quando a doença é um problema de saúde pública
  • quando existem estágios assintomáticos iniciais
  • quando existem testes de screening adequados
  • quando existe um tratamento disponível
  • quando o início precoce do tratamento, mesmo em casos assintomáticos, melhora a qualidade de vida e a sobrevida a longo prazo.

O Diabetes preenche todos estes requisitos para Screening populacional.

Existem alguns fatores de risco que podem direcionar o Screening para as pessoas com maior chance de desenvolver o Diabetes:

  • Idade ≥ 45 anos.
  • Sobrepeso (Índice de Massa Corporal [IMC] ≥ 25 kg/m2). O risco relacionado ao aumento de peso apresenta um padrão proporcional, ou seja, quanto maior o peso, maior o risco; há um risco ainda maior para indivíduos obesos (IMC ≥ 30 kg/m2).
  • Presença de um parente em primeiro grau com Diabetes mellitus.
  • Sedentarismo.
  • Grupo étnico com risco aumentado.
  • História pessoal de Diabetes Gestacional ou de ter tido um bebê pesando mais de 4,1 kg.
  • Presença de Hipertensão Arterial (pressão ≥ 140/90 mmHg).
  • Dislipidemia (alteração do colesterol e/ou triglicérides).
  • Hemoglobina glicada ≥ 5,7 %.
  • História de Síndrome dos Ovários Policísticos.
  • História de doença vascular (infarto, derrame, etc).

A Associação Americana de Diabetes (ADA) recomenda fazer exames de screening a cada 3 anos em todos os adultos com IMC ≥ 25 kg/m2 que tenha 1 ou mais fatores de risco para o Diabetes. Para pessoas que não tenham nenhum fator de risco, a ADA recomenda iniciar os testes de Screening a partir dos 45 anos.

 

 

  O diabetes acomete um percentual elevado da população adulta. E estas informações são baseadas nos casos já conhecidos, diagnosticados da doença. Mas estima-se que um número muito grande de pessoas tenham diabetes sem saber, já que a maioria dos casos é assintomática, ou seja, o paciente não sente nada. Por causa das complicações secundárias […]


Comentários desativados em Medicina e Saúde: Screening para Diabetes

Nenhum comentário em “Medicina e Saúde: Screening para Diabetes”



%d blogueiros gostam disto:
DESIGN POR JESS