19.07.2016
Mulher acostada (Femme allongée) de Pablo Picasso (1931)

Mulher acostada (Femme allongée) de Pablo Picasso (1931)

 

Já escrevi inúmeras vezes aqui que não sei quase nada sobre arte. Tudo o que sei, aprendi nas minhas visitas a museus e exposições. Foi um aprendizado na prática. E fui, pouco a pouco, vinculando os movimentos artísticos ao conhecimento que eu tinha de história, de música e de literatura. Os artistas refletem muito em suas obras o que está acontecendo no mundo e as diversas expressões artísticas estão interligadas.

Por causa dessa paixão que foi crescendo em mim ao longo de anos, passei a buscar museus durante minhas viagens. E sempre que possível, faço uma visita. Nessa última viagem a Buenos Aires, fiz isso também. Tinha lido que o Museu de Bellas Artes de Buenos Aires era excelente e contava com o melhor acervo entre os museus da América do Sul. Acrescentei a visitação a ele em um dos dias da minha viagem.

 

Museo Nacional de Bellas Artes

Museo Nacional de Bellas Artes

 

Das mais de 12 mil peças que compõem a coleção, destacam-se as de arte europeia do século XIX como a mais importante da América do Sul; e a de arte argentina é a maior coleção do mundo.

Nas 24 salas do térreo, encontram-se esculturas de Curatella Manes e de Rodin, obras de El Greco e Rembrandt, a magnífica sala Goya, a coleção de impressionistas e pós-impressionistas mais importante da América Latina, com Monet, Renoir, Manet, Van Gogh, Gauguin e Degas.

 

Kreis, Círculo com marrom (Kreis (Mit bruan)) de Wassily Kandinsky (1929)

Kreis, Círculo com marrom (Kreis (Mit bruan)) de Wassily Kandinsky (1929)

 

O museu fica no bairro da Recoletta, não muito distante do famoso cemitério. Fomos de metrô, caminhamos um pouco e saímos bem em frente ao museu, que fica próximo à Faculdade de Direito e à escultura Floralis Generica. Ele fica aberto de terça a domingo e a entrada é gratuita. Tive receio de estar muito cheio, mas isso não aconteceu. Aos poucos, o movimento de pessoas foi aumentando, mas podíamos apreciar as obras com toda a calma.

 

Los Amantes de Marc Chagall (1959)

Los Amantes de Marc Chagall (1959)

 

A quem gostar um pouquinho de arte e planejar uma viagem a Buenos Aires, acho que vale muito a pena acrescentar a visita ao Museu. Havia outros museus na cidade, mas não consegui inclui-los nessa visita. Vai ficar para uma próxima vez.

 

Calle de La Boca ó Calle Magallanes de Victor Cúnsolo (1930)

Calle de La Boca ó Calle Magallanes de Victor Cúnsolo (1930)

 

– Sílvia Souza

  Já escrevi inúmeras vezes aqui que não sei quase nada sobre arte. Tudo o que sei, aprendi nas minhas visitas a museus e exposições. Foi um aprendizado na prática. E fui, pouco a pouco, vinculando os movimentos artísticos ao conhecimento que eu tinha de história, de música e de literatura. Os artistas refletem muito […]


Comentários desativados em Museu de Belas Artes de Buenos Aires

Nenhum comentário em “Museu de Belas Artes de Buenos Aires”



%d blogueiros gostam disto:
DESIGN POR JESS